quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Carícias Anais!

Nosso corpo é repleto de zonas erógenas, que são as partes do corpo que pode nos causar prazer e nos deixar excitados! A região genital principalmente pois é repleta de terminações nervosas. O Anus também é uma zona erógena e em algumas pessoas pode causar muito prazer, basta que seja estimulada!
Sentir prazer na região anal não implica determinar que uma pessoa seja homossexual, pois a forma como se faz sexo não define a homossexualidade, mas sim a escolha objetal, ou seja, o que define se uma pessoa é homossexual é sentir atração e prazer em relacionar-se com pessoas do mesmo sexo e não a relação anal. Amiúde, alguns homossexuais não gostam de ser penetrados, e preferem sexo oral ao sexo anal. Sexo anal é uma opção e não uma condição da homossexualidade!
O que acontece é que nossa sociedade ainda é repleta de mitos, e um deles inclui a vinculação da relação anal com a homossexualidade. Alguns homens chegam inclusive a dizer que se ele tem uma relação com um “gay” mas ele não é penetrado, mas penetra outro homem ,ele não teve uma relação homossexual!!! Faz sentido? Embora ele possa dizer que não é homossexual, mas ele teve uma relação homossexual no sentido estrito do verbo naquele momento!
Se o homem sente prazer na região anal, mas esse prazer é oriundo de carícias vindas de uma mulher então ele é heterossexual. E diga-se de passagem sem preconceitos! Apenas o fato de um homem gostar de carícias anais não é suficiente para definir uma homossexualidade.
Alguns homens inclusive sentem um medo e uma aversão enorme em carícias próximas a região anal, e isso passa muito pelos mitos e preconceitos que cada pessoa leva consigo. As mulheres também sentem o mesmo.
Qualquer parte do nosso corpo pode se tornar uma região erógena, basta que seja estimulada devidamente, o ânus é uma delas! Sentir prazer na região anal é um privilégio que pode ser dado a qualquer um, seja ele homo ou heterossexual, seja homem ou mulher. Todavia, se a única forma de prazer passa a ser restrita a carícia anal, então temos um problema!
Comparo novas experiências sexuais à comida Japonesa, muitas pessoas não gostam quando comem pela primeira vez, precisam provar outras vezes até que lhe seja agradável o sabor. Uma criança precisa provar novas comidas até 08 vezes para que lhe seja agradável o novo sabor. Sexo funciona parecido! A medida que vamos provando novamente, as sensações vão se tornando menos desconfortáveis e passando a ser mais agradáveis, até chegar a ser prazeroso e excitante!
Fazer sexo com prazer e com a pessoa escolhida é maravilhoso. Se permitir a práticas saudáveis, desde que não causa dor nem sofrimento, e que seja feito de forma segura e com prazer tá liberado entre o casal, seja ela como for. Basta se permitir!

5 comentários:

Maria Lúcia Pinheiro disse...

Oie! Está ótimo o blog. Bem a cara da nossa turma - ativo, inteligente e sem preconceito! Acrescentei um gadgest com o link do blog de sexologia para o meu blog. Visite-nos! Acrescente tb nosso link aqui. http://clinicasentire.blogspot.com/

Anônimo disse...

Muito Bacana... acima de tudo pura verdade!

Anônimo disse...

É impressionante o quanto descobrimos com o passar do tempo e ao passo que colocamos nossa criatividade em atividade...

Anônimo disse...

Gostei muito do que li, da visão que foi dada ao prazer anal e que ainda é um assunto polêmico entre os homens principalmente. Essa aceitação da parte deles de serem tocados nessa parte ainda passa por muitos preconceitos e mitos que não são tiradosde uma hora pra outra.

Anônimo disse...

Fiquei aliviada em ler, apesar de já acreditar nisso,eu estava assustada com o fato do meu marido gostar que eu faça caricias no ânus, quando namorávamos ele não deixava nem chegar perto, agora eu fico feliz de poder fazer algo que ele goste, embora com certo receio. Agora me sinto apoiada. Obrigada

Programa da Pri desta Quarta 12.09